Trabalhadores ocupam Prefeitura de Russas reivindicando seus direitos.

O ato foi em protesto a ausência do Prefeito Weber na audiência pública que seria realizada na manhã de hoje (28/01) 

timthumb (1)A Cáritas Diocesana em parceria com os comitês de meio ambiente e associações de catadores de material reciclável de várias cidades do Vale do Jaguaribe, realizou na manhã da quarta-feira (28) em Russas, a segunda Marcha  dos Catadores de Russas e  sétima Marcha Regional dos Catadores de matérias recicláveis da região do Vale do jaguaribe.

O evento teve início com a acolhida e lanche no salão de reuniões do Santuário de Nossa Senhora de Fátima, localizado próximo a ponte do Riacho Aráibu, saindo em seguida pelas ruas centrais em direção à Prefeitura Municipal aonde foram apresentados as faixas e cartazes com as principais reivindicações do manifesto, sendo as principais, o abastecimento de água da Comunidade de Alto de São Pedro e a humanização do trabalho dos catadores.

Saindo da Prefeitura, os recicladores foram até o auditório da CRED-10, para uma audiência pública com a esperança que estivessem presentes o prefeito de Russas Weber Araújo, e o Secretário de Meio Ambiente Sávio Santiago, sendo que ao chegar no local não foram encontrada as autoridades convidadas nem seus representantes. O que fez os manifestantes irem atá a Prefeitura, já que o intuito era apresentar a pauta de reivindicações ao poder público municipal.

Logo que chegaram e ocuparam parcialmente o paço municipal, os catadores foram recebidos pelo chefe de gabinete Coronel Lucas Diógenes, o qual afirmou que o Prefeito não podia atender o grupo naquele momento por esta cumprindo agenda em outra cidade. Só depois de entrar em contato com o mesmo por telefone, o chefe de gabinete agendou para a quarta-feira, 4 de fevereiro, as 14:30, na Prefeitura, uma reunião com a presença do Prefeito e Secretários de Infraestrutura, Ação Social e Meio Ambiente para discutir a pauta em questão.

Falando a nossa reportagem, Coronel Lucas frisou que o ofício enviado a Prefeitura respeitava a disponibilidade do Prefeito. O que não ocorria naquele momento. Sendo portando incorreto exigir a presença do mesmo quando a correspondência deixava a vontade.

Sávio Santiago, afirmou aos presentes que permaneceu no local marcado para a audiência até 20 minutos depois da hora prevista, e como não chegou ninguém, se retirou para tratar de outros problemas de sua pasta. Segundo ele o lixo não é um problema apenas de Russas, mas de todo o País. Segundo ele não há perspectiva de deslocar o Lixão de Russas, visando impedir a degradação de outra área. A meta é trabalhar o que já funciona até que seja viabilizado o aterro sanitário do consórcio intermunicipal que será instalado em Limoeiro do Norte.

Silvânia Mendes, da Cáritas Diocesana, comentou que mesmo o prefeito não priorizando o problema dos catadores e da população, o movimento já tinha conseguido uma vitória que era o agendamento para tratar da pauta em discursão, já apresentada a administração desde o ano de 2013. Silvânia parabenizou os catadores associados pelo movimento em defesa da categoria e afirmou que outros atos em outros municípios do Vale devem acontecer já nas próximas semanas, uma vez que o descaso com os trabalhadores da reciclagem e com as comunidades afetadas é o mesmo em toda a região.

Por Arnaldo Freitas

fonte : tv jaguar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s