Mercado do peixe de Limoeiro do Norte está a quase três meses sem ser lavado

Peixeiros estão comprando seus próprios materiais de limpeza para amenizar a sujeira do local. 

O abandono do município de Limoeiro do Norte, em alguns setores básicos que ajuda a mover a economia está entregue ao Deus dará. O principal Centro de Abastecimento de Peixe do município está uma podridão só. Já são dois meses e vinte dias que por conta da falta de pessoal para trabalhar, já que o que tinha foi demitido, e a falta de material de limpeza, vem sem uma lavagem geral, e assim o local  se encontra em total abandono.

Vísceras de peixes, escamas espalhadas em todo piso do mercado, rede de esgoto que não funciona, onde a água suja fica espalhada no piso com as pessoas transitando, por que não tem para onde escorrer, e com os banheiros todos quebrados e sujos sem a mínima condição de uso, faz do mercado um cenário vergonhoso para a cidade. É uma falta de respeito para todos aqueles que trabalham no local, e para os que se aventuram a adentrarem  naquilo que podemos chamar de estabelecimento. 

José Soares Neto-Dedé do Peixe, que há mais de dez anos trabalha no comércio de peixaria dentro do mercado, afirmou, que em administrações passadas aconteceram alguns problemas que ainda precisam ser resolvidos, mas, na atual, a situação piorou.

A exemplo do mercado da carne, o do peixe está completamente abandonado: não existe fiscal, e o que se diz fiscal, quando se aborda o problema principalmente dos banheiros, e das vísceras dos peixes que são tratados, o mesmo dar as costas e faz ouvido de mercador. Segundo Dedé, é muito comum ele deixar caixa cheia de vísceras de peixes e escamas provocando mau cheiro, e não tem a ação de levar para o local adequado.

O mercado do peixe requer uma limpeza constante, por exalar um odor mais forte e enjoado, e precisa ser limpo todos os dias, logo que se encerre o movimento. Quando amanhece o dia, a sujeira e o odor são insuportáveis, por que não houve limpeza no dia anterior. Como forma de amenizar a situação, e para não correr o risco de perder a clientela total, todos estão comprando seus próprios matériais de limpeza e limpando na medida do possível.

Cabe ao órgão competente e fiscalizador, no caso, a Secretaria que responde pela parte estrutural, e a Vigilância Sanitária do Município, fazer um levantamento de todas as irregularidades existentes no local, que também representa um problema de Saúde Pública, e começar a buscar providencias, por que do jeito que está, torna-se inadmissível conviver com o estado de abandono do principal Centro de Abastecimento de Peixe de Limoeiro do Norte.

fonte: TV Jaguar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s