Prefeitura de Limoeiro segue orientação do TCM e não vai realizar carnaval em 2015

A orientação segue para todos os municípios que se encontram em situação de emergência ou estado de calamidade e Limoeiro do Norte é uma delas. 

A informação foi dada pelo Secretário Municipal de Cultura e Turismo, de Limoeiro do Norte, Rogério Pinheiro (Rogerinho), na manhã de quarta feira, 21 de janeiro em seu gabinete, quando apresentou um documento do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios), onde o órgão fiscalizador das aplicações dos recursos públicos dos municípios, recomenda a não aplicação de dinheiro público em atividades carnavalescas no ano de 2015.

Rogerinho fez o anúncio oficial na manhã desta quarta feira, dia 21 de janeiro, quando afirmou, que diante de uma crise nacional que está vivenciando o país, com crise de água em todo Brasil, e também, com uma crise de gestão financeira que vem passando o município de Limoeiro do Norte, não vai poder promover o carnaval este ano.

Rogerinho disse ainda que teve uma reunião com o prefeito Paulo Duarte, em um diálogo franco e aberto, sempre buscando entendimento, resolveu acatar o documento do TCM, que orienta os 184 municípios do Ceará a não gastar com festas carnavalescas, e vai priorizar pagamentos de servidores em atraso, e de credores que vem se arrastando a quase sete meses.

Toda a situação tem sido gerada segundo o secretário, por uma série de fatores que já foram questionados por todos da cidade e imprensa, e que provocaram as dificuldades financeiras da gestão do município.

O sectreário comentou o fato lamentável que aconteceu no corredor do Limofolia, quando foi citado o nome do Prefeito e vieram às vaias, dizendo Rogerinho entende, que aquelas vaias sirvam de alerta para uma reflexão geral da atual gestão. Se não está como deve ser, a gestão precisa buscar o caminho certo, que é acertar e corrigir os erros.

Portanto, em razão da longa estiagem, e com os municípios enfrentando uma série de dificuldades financeira, o TCM-Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará, visando resguardar os princípios da dignidade humana e da moralidade, orienta os 184 municípios do Ceará, não gastar dinheiro com aquilo que não é essencial, sob pena de responderem por improbidade administrativa.

Por: Ribamar Silva

fonte: TV Jaguar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s