Operação integrada realizou 10 prisões no CE

Representantes das forças de segurança estiveram reunidos no CICCR, na sede da SSPDS, em videoconferência com outros 19 estados

Representantes das forças de segurança estiveram reunidos no CICCR, na sede da SSPDS, em videoconferência com outros 19 estados
FOTO: KLÉBER A. GONÇALVES

Uma operação conjunta das forças policiais foi conduzida entre terça-feira (4) e quarta-feira (5) nos nove estados do Nordeste e outros 11 que fazem fronteira com países da América do Sul.

A operação teve como foco o combate interestadual à prática de roubo a bancos com uso de explosivos. Somente no Ceará, 10 pessoas foram presas, com 11 veículos, duas armas e munições apreendidas. Em todo o País, 436 pessoas foram presas. Cerca de cinco toneladas de drogas foram apreendidas em todo o território nacional.

A Operação Brasil Integrado III – Ação Fronteiras e Nordeste, realizada no Ceará e em outros 19 Estados, contou com a participação das Polícias Federal (PF), Rodoviária Federal (PRF), Militar (PM) e Civil (PC), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Perícia Forense (Pefoce), Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Secretaria da Fazenda (Sefaz).

Na tarde de ontem a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE) apresentou o balanço dos trabalhos, no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), na sede da Pasta. Na ocasião, representantes das principais forças de segurança do Estado estiveram em reunião que contou com videoconferência com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que estava em Brasília.

De acordo com a SSPDS, 1.782 agentes das forças de segurança atuaram no Ceará, abordando 5.108 pessoas e revistando 3.230 veículos. Foram oito pessoas presas em flagrante e duas por força de mandado de prisão. Duas armas e munições foram apreendidas.

O representante da Coordenadoria Integrada de Segurança Pública do Nordeste (CISP/Nordeste) no Ceará, delegado Fernando Menezes, exaltou a troca de informações entre os órgãos envolvidos como fator para conquistar os resultados.

“A integração entre as forças leva a informações precisas, atividades ostensivas conjuntas e a familiaridade das operações. Desta maneira, podemos equacionar uma operação de forma mais harmônica, uma vez que as diferenciadas formas de abordagens levam ao êxito total da operação”, afirmou.

O adjunto da SSPDS, Vilemar Rodrigues Júnior, comemorou. “Os resultados foram positivos porém, mais importante que isso, é a integração”, disse.

Uma das prisões realizadas na Operação foi a de Noé de Paula Moreira, apontado como envolvido em roubos a bancos. Comparsas dele foram abordados por policias da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da SSPDS. Moreira foi capturado dentro de casa, na Rua Antônio Ivo, 575, bairro Henrique Jorge, em Fortaleza.

FONTE DN

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s