Candidatos repetem os temas do primeiro turno

POLITICAPOLITICA

Camilo Santana foi o primeiro a aparecer na programação deste segundo turno da disputa. Ele começou agradecendo os votos recebidos do eleitorado cearense

Os primeiros programas dos candidatos ao Governo do Estado transmitidos durante o horário eleitoral gratuito, neste segundo turno de disputa, deram continuidade ao clima de acirramento registrado no fim do primeiro turno. Enquanto Camilo Santana (PT) reforçou sua imagem de postulante com mais experiência no Poder Executivo e destacou a associação com a presidente Dilma Rousseff, Eunício Oliveira (PMDB) acusou o adversário como o representante da coligação envolvida com a compra de votos e repetiu a apresentação de um depoimento de Lula, quando o peemedebista era ministro de Estado.

A primeira inserção foi a do candidato Camilo Santana, que agradeceu a votação no primeiro turno e afirmou estar ainda mais disposto para seguir nesta nova etapa da disputa. O petista lembrou que chegou a visitar um total de 156 municípios espalhados pelo Estado e, durante a propaganda, foram apresentadas imagens das atividades de campanha em algumas das cidades percorridas ao longo do primeiro turno.

Em seguida, os presidentes de Ceará e Fortaleza, Evandro Leitão (PDT) e Osmar Baquit (PSD), eleitos deputados estaduais, fizeram depoimentos lado a lado para assegurar que, apesar de adversários em campo, estavam unidos em defesa da candidatura de Camilo Santana para a disputa do Governo do Estado. Um e outro pediram votos das torcidas para o candidato petista.

Depois, Camilo Santana dedicou o programa para a apresentação das propostas, as mesmas feitas no primeiro turno da disputa. Entre os projetos, o representante do PT na disputa destacou as escolas profissionalizantes em tempo integral, a implantação do bilhete único na Região Metropolitana de Fortaleza, a criação do sistema de avaliação das equipes que atuam nas unidades de saúde, a continuidade das obras do Cinturão das Águas e a ampliação do programa Minha Casa, Minha Vida.

Para adotar um discurso de que representa o candidato mais experiente para assumir o Poder Executivo, o programa também voltou a abordar resultados garantidos pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário e Secretaria das Cidades na época em que Camilo esteve à frente das duas Pastas. “Neste segundo turno, lhe peço que pense e reflita. Quem tem mais experiência e capacidade para ampliar o que está bom, mudar o que precisa ser melhorado e implantar novos serviços para os cearenses?”, questionou.

Camilo Santana ainda destacou que ele é o candidato apoiado pela maioria na Assembleia Legislativa, pelo governador Cid Gomes, pela presidente Dilma Rousseff e pelo ex-presidente Lula. O petista alegou, no programa, que essas alianças o darão condição de aprovar projetos importantes para o Estado. Em mais de uma oportunidade é citado o 13 de Dilma e o 13 de Camilo Santana.

Crimes

Já Eunício Oliveira iniciou o programa eleitoral com registro de crimes praticados no dia da eleição. Na inserção, o peemedebista acusou o governador Cid Gomes de, em Sobral, ter concentrado esforços para garantir a liberação de um aliado que teria sido preso por compra de votos. Em seguida, foi apresentado um vídeo divulgado pela Folha de São Paulo em que um suposto correligionário de Camilo Santana compra eleitores e os orienta c omo proceder no dia da eleição.

“Foi bonito de se ver a onda verde se levantar e se espalhar por todo o Estado. Resistiu, ganhou espaço, superou todo tipo de pressão. Foi assim o primeiro turno da eleição no Ceará. Um grande movimento de esperança que chegou firme nas urnas”, declarou Eunício Oliveira na sua primeira fala no programa.

Depois, o peemedebista dedicou o programa para apresenta propostas, destacando a implantação de escolas em tempo integral, a concessão de passe livre para estudantes e professores nos ônibus, a realização de concurso para 12 mil profissionais de saúde, a disponibilização de caminhões para cuidar da saúdes da mulher, a ampliação do Raio para o Interior, entre outros projetos.

Assim como Camilo Santana, Eunício Oliveira também se apresentou como a opção certa para continuar o que está bom no Ceará e corrigir o que não está funcionando. Em seguida, a propaganda se concentrou na apresentação de depoimentos dos aliados Roberto Pessoa, candidato a vice-governador e Tasso Jereissati, senador eleito, além cantor de forró Wesley Safadão.

Por fim, Eunício Oliveira repetiu o trecho em áudio de um depoimento feito pelo ex-presidente Lula no Palácio do Planalto em que agradece o trabalho do peemedebista como então responsável pelo Ministério das Comunicações.

fonte DN

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s