Policlínica um projeto que deu certo na gestão do Presidente Bessa

10653317_497763637026250_7760919044807159437_n
Policlínica Estadual: um projeto que deu certo

O USUÁRIO do SUS que chega pela primeira vez para ser atendido na Policlínica, certamente se assusta. Um prédio “suntuoso”, porta de entrada automática, tudo muito limpo, ambientes climatizados, cadeiras confortáveis. Na recepção, uma equipe atenta e educada ouve com atenção e informa tirando todas as dúvidas dos clientes. O atendimento por telefone tem as mesmas características. Nem parece atendimento público – diz o cliente Marcos Antônio Chaves.
Inaugurada em abril desse ano, a Policlínica Estadual Judith Chaves Saraiva atende os 11 municípios que formam a 10ª Região de Saúde – totalizando mais de 200 mil habitantes, e tem como pólo o município de Limoeiro do Norte. Um modelo de gestão em moldes de consórcio entre os municípios – Consórcios Públicos em Saúde, faz da Policlínica referencia para outros estados. O organograma do consórcio da 10ª micro é composto por: Presidente – Francisco Bessa (Prefeito de Quixeré); Diretor Executivo – Francisco George; Procurador Jurídico – Deyvison Ribeiro. A diretoria tem mandato de dois anos e o presidente é eleito pelos gestores dos municípios que compõem a micro.
Idealizada com o objetivo maior de ampliar atendimentos ambulatorial e exames especializados, descentralizando os atendimentos de saúde que dependiam de Fortaleza, através das agencias de regulação, as Policlínicas estaduais foram criadas há cinco anos e a primeira unidade foi instalada em Baturité. São dois tipos de unidades: I e II. O fator que distingue os dois tipos é que a tipo II – que tem apenas dez em todo o estado, oferece 13 especialidades – três a mais que a tipo I, e também o serviço de tomografia. A Policlínica de Limoeiro conta também com a especialidade de pediatria. Somente através do PSF a pessoa consegue ser atendida na Policlínica. As consultas e os exames são agendados e garantem o cumprimento de data e horário. Para as reclamações a Policlínica conta com um serviço de ouvidoria.
A Policlínica Judith Chaves Saraiva é administrada por: Diretor Geral – José Arelone Andrade da Silva; Diretora Administrativa e Financeira – Fernanda Thaís Holanda. Os colaboradores, como os funcionários são chamados, são 85 e foram contratados através de seleção pública. A receita mensal é de R$ 670 mil, oriunda da cota per capita dos municípios consorciados.
As especialidades médicas são: Oftalmologia, Otorrino, Clínico Geral, Cardiologia, Ginecologia Obstetrícia, Mastologia, Cirurgia Geral, Gastroenterologia, Urologia, Traumatologia, Neurologia, Endocrinologia, Angiologia e Pediatria. Tem também os serviços técnicos: Enfermagem, Farmácia Clínica, Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia e Assistencia Social. Os exames clínicos e de imagem são: Raio X, Mamografia, Ultrassonografia, Endoscopia Digestiva, Endoscopia Respiratória, Ecocardiograma, ECG, MAPA, Eletroencefalograma, Tomografia Computadorizada, Ergometria e Audiometria. A Policlínica conta também com: Posto de Coleta, Sala de Gesso, Sala Pé Diabético, Sala de Procedimentos Invasivos e 04 Leitos de Observação.
O cronograma de atendimento está sendo cumprido integralmente e trimestralmente a direção da policlínica realiza uma pesquisa para avaliar o grau de satisfação dos seus usuários.

fonte Jornal Folha do Vale jornalista Fernanda Thaís Holanda

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s