OSSADA HUMANA É ENCONTRADA NA ZONA RURAL IRACEMA-CE

Uma ossada humana foi encontrada na zona rural da cidade de Iracema-CE, no Vale do Jaguaribe, informações repassadas ao Alto Santo é Notícia de que na manhã dessa Quarta-feira (30) a Policia Militar recebeu um chamado vindo da localidade de Olho d´agua, dando conta de que populares encontraram uma uma ossada humana.

Ainda segundo informações da polícia, a ossada será encaminhada para a unidade de medicina legal onde será realizado o exame de DNA para o reconhecimento oficial do corpo.

Com Informações Alto Santo É Noticia
photo.php

RUSSAS: POLICIA DESCOBRE SITIO QUE SERVIA DE ESCONDERIJO PARA MOTOS E CARROS ROUBADOS EM RUSSAS

DSCN6265-400x300
Nesta terça-feira, 29, por volta das 14h00min, por determinação do Cmt. do 1º BPM. Ten. Cel. Paiva, foi desencadeada uma operação com vistas a combater práticas de roubos/furtos de animais que por várias vezes vem ocorrendo nas localidades de Capim Grosso e Barracão, operação esta tendo sido executada pelo Ten. Veiga, que contou com a colaboração de policiais militares, do POG e FTA.

O tenente Veiga recebeu informações anônimas da população, e logo em seguida a policia fez diligencia na área do distrito de Bonhu, mas precisamente na comunidade de Lagoa da Barr, onde a policia localizou em uma residência no local vários produtos de roubo. No local foi preso Francisco Iran de Freitas (Conhecido por Sasa) de 26 anos, natural de Russas. Os policiais conduziram o mesmo até a DRPC para lavrar o flagrante, na residência foi encontrado o seguinte material:

1 UNIDADE(S) PORTA DO BAGAGEIRO DE UM GOL VERMELHO

1 UNIDADE(S) PORTA ESQUERDA DIANTEIRA DE UM GOL VERMELHO

1 UNIDADE(S) CARCAÇA DO PAINEL DE UM GOL VERMELHO

2 UNIDADE(S) PARALAMAS DE GOL

1 UNIDADE(S) PÁRA-CHOQUE DIANTEIRO DE GOL

1 UNIDADE(S) LANTERNA TRASEIRA

1 UNIDADE(S) LANTERNA DO PISCA DIANTEIRO

1 UNIDADE(S) ESTOJO CONTENDO CHAVES

1 UNIDADE(S) CRAVADEIRA

1 UNADE(S) MARTELO

1 UNIDADE(S) SERRA

9 UNIDADE(S) CHAVES DE FENDA

4 UNIDADE(S) ALICATES

15 UNIDADE(S) CHAVES TIPO “L”

1 UNIDADE(S) BASE DE CARBURADOR

1 UNIDADE(S) MARRETA

2 UNIDADE(S) ESPATULAS

1 UNIDADE(S) CARCAÇA DE ENTRADA DE AR-CONDICIONADO

1 UNIDADE(S) ESPINGARDA-CALIBRE 32, CARTUCHEIRA

5 UNIDADE(S) MUNICAO-CALIBRE 36 DEFLAGRADOS
5 UNIDADE(S) MUNICAO-CALIBRE 32, DEFLAGRADOS
1 UNIDADE(S) ANIMAL-PEBA
3 UNIDADE(S) ANIMAL-PASSARINHOS EM GAIOLAS, SENDO 01(UM) GOLINHA E 02
(DOIS) CANARIOS
2 UNIDADE(S) TANQUES DE MOTOCICLETAS, UM DE TWISTER E UM DE BROS
1 UNIDADE(S) CARCAÇA DE MOTOR DE MOTOCICLETA
2 UNIDADE(S) MOTOCICLETA-UMA CG 125 E UMA TWISTER DESMONTADA
1 UNIDADE(S) BANCO DE MOTOCICLETA
1 UNIDADE(S) PARALAMA DE MOTOCICLETA
1 UNIDADE(S) SUPORTE DO FILTRO DE MOTOCICLETA
3 UNIDADE(S) DOCUMENTO (OUTROS)-REGISTRO DE VEÍCULO HUJ 1810. HUK
8048, JOO 8771
2 UNIDADE(S) PLACA DE VEICULO-PLACA HVF 7711-FORTALEZA/CE E HVA 8659. A Polícia Militar prendeu e conduziu o supracitado indivíduo, juntamente com todos os objetos apree

fonte Limoeiro Plantão Policial

LOUCURA: HOMEM TOTALMENTE ALUCINADO CORTA OS PRÓPRIOS TESTÍCULOS EM PRAÇA PÚBLICA

TESTICUOS
A “loucura” ocorreu por volta das 8h30 da manhã de hoje (29), no bairro Bela Vista, em Parnamirim. Um homem visivelmente transtornado sentou em uma calçada, nu, e utilizando uma faca, arrancou fora os próprios testículos.
A cena aperreou os moradores, que presenciaram tudo e chamaram a PM. O cara foi socorrido e levado para o hospital Deoclécio Marques de Lucena. Segundo o policial com quem conversamos, moradores da rua disseram que o homem estava sob efeito de drogas.

Via portal a desgraça c/ Jackson Damasceno

Amigos de jovem que jogou a banana fazem protesto: #TodosSomosDavid

david-campayo-leo-torcedor-do-villarreal-que-jogou-uma-banana-na-direcao-de-daniel-alves-1398863195575_300x300
David Campayo Leo, torcedor do Villarreal de 26 anos, vive um verdadeiro pesadelo após ter arremessado uma banana na direção de Daniel Alves, no último domingo. Ele foi detido e solto, mas poderá pegar até 3 anos de prisão pelo seu ato racista. Os seus amigos, entretanto, estão ao seu lado e decidiram organizar um protesto nas redes sociais para ajudá-lo: “#TodosSomosDavid”.

Eles consideram que está existindo “uma extrema criminalização” por parte de alguns meios de comunicação, que estariam prestando uma “desinformação”. Segundo eles, as notícias “não fazem mais do que sujar o nome do nosso povo e dos habitantes”.

Um porta-voz da família do jovem também tentou defender David: “Uma coisa é o erro que ele cometeu. Tem que pagar. A outra é esse linchamento que está recebendo de uma maneira totalmente desproporcional”.

No Twiter, é possível ver usuários defendendo David com diferentes argumentos.

Reprodução/El Mundo

David Campayo Leo, 26 anos
“Não se pode julgar a imagem das pessoas dessa maneira, não é um criminoso, apesar das campanhas de publicidade. #TodosSomosDavid”, escreveu um. “Vergonhoso os meios de comunicação #TodosSomosDavid”, disse outro. “Não é um ato racista atirar um objeto no terreno de jogo”. Veja os tweets abaixo.

O protesto tenta combater a campanha iniciada por Neymar, que criou a expressão “#TodosSomosMacacos” como forma de lutar contra o racismo e dar o apoio para Daniel Alves. Jogadores e celebridades de todo o mundo participaram da campanha enviando imagens em que aparecem com uma banana.

No es acto racista tirar un objeto al terreno de juego, si comerselo y hacerlo racista.Vosotros mismos.. #todossomosdavid #davidNoesracista
— Cristian Santos (@Santos_vil) 30 abril 2014

Prisão por extorsão e agressão em Quixeré

No dia de ontem 28/04, por volta de 14h30min, compareceu ao destacamento de Quixeré, o Sr. RAIMUNDO NONATO DE LIMA, amasiado, agricultor, 57 anos, natural de Limoeiro do Norte, relatando que havia sido constrangido e em seguida espancado, com notórios hematomas e muito sangue em suas vestes, pela pessoa de Antônio Veríssimo dos Santos, agricultor, casado, 31 anos, natural de Quixeré e residente no Sítio Cercado do Meio, Zona Rural de Quixeré.

Segundo a vítima, o citado acusado foi até sua residência e obrigou o senhor Raimundo a dar-lhe uma certa quantia em dinheiro, por informar não ter este valor, foi agredido verbalmente e espancado pelo mesmo.
Prisão

fonte blog do tom

Tragédia Aposentado morre após ser picado por centenas de abelhas em Mauriti-CE:

20140429113040_capa
Uma tragédia foi registrada nesta segunda-feira com o aposentado Francisco Gomes Feitosa, de 77 anos, que residia no Sítio Curtume na zona rural de Mauriti. Segundo familiares, ele apanhou uma foice e saiu de casa no final da tarde para cortar varas com o objetivo de fazer reparos em algumas cercas em sua propriedade. A demora incomodou os parentes que saíram à procura.

Eles chamavam por Seu Francisco e não obtinham resposta, mas não andaram muito. Ainda perto de casa e por volta das 19 horas se depararam com o corpo envolto das chamadas abelhas italianas e outras sobrevoando dentro de um matagal. Imediatamente trataram de afugentar os insetos, porém o aposentado não apresentava sinais vitais. Os Cabos Damasceno e Jota Alves e os Soldados Azevedo e Soares estiveram no local acionando o rabecão, a fim de trazer o corpo para necropsia no IML.

JUAZEIRO – Em novembro de 2012 e janeiro do ano passado dois enxames de abelhas afugentaram dezenas de pessoas e até picaram várias delas nos bairros Centro e Triângulo em Juazeiro do Norte. No primeiro, estavam em uma árvore no cruzamento das ruas Delmiro Gouveia e Santa Luzia e os ataques ainda levaram cinco transeuntes ao Hospital Regional do Cariri com um deles em estado grave, mas conseguiu escapar. Outros recorreram à farmácias, a fim de tomarem injeção recomendada para alérgicos.

Já no dia 23 de janeiro de 2013, em um imóvel que abrigou a Panificadora São Judas Tadeu no cruzamento das ruas Socorro Norões Mota e Francisco Monteiro (Triângulo), o ataque começou por um jumento que repousava no prédio desocupado. Populares viram a agonia do animal e tentaram se aproximar para reitrá-lo enfrentando a fúria dos insetos. Algumas foram picadas e militares do Corpo de Bombeiros foram ao local controlar a situação.

MISÉRIA

OPINIÃO : Ai de nós se não fossem elas!

images (5)
Apesar de ser mãe, companheira e, sobretudo, ser humano, a mulher ainda é vista pela sociedade contemporânea mundial como inferior, incapaz de concorrer e assumir as rédeas das funções e papeis que os homens arrogantemente ainda monopolizam. Se no contexto mundial, ela não passa de uma simples propriedade e objecto do desejo sexual para satisfazer os prazeres da prepotência masculina, alguns homens ver a figura da mulher ainda como uma máquina reprodutora, reduzida a uma escrava doméstica e pública. Isso por dois motivos observáveis que passaremos a ilustrar: enquanto em casa seu papel se resume à cama, cozinha, cuidar dos filhos e outras tarefas adicionais, no domínio público, seus direitos continuam banalizados e sistematicamente violados. O nosso argumento pode ser comprovado pela constactação diária (tendo em consideração que o país não disponha de dados estatísticos que o comprovassem), de altos índices de óbito durante e pós-parto, de violência e estupro, de casamento forçado, de falta de acesso à saúde e escola, além de quase total marginalização na vida política e econômica nacional.
Diferentemente de alguns países, onde se pode perceber que as mulheres estão de forma gradual a ocupar merecidamente seus espaços. No nosso país, essa preocupação se limita mais ao nível do discurso, muitas vezes, é enfatizado com hipocrisia seu papel de destaque durante o processo de luta pela conquista da independência, pelas heroínas cujos nomes caíram no esquecimento.
A realidade do país tem nos mostrado de forma nítida, as duras batalhas pelas quais, nossas mães têm passado quotidianamente para educar seus filhos. Sendo que os pais, com a contribuição implícita do poder público, assumidamente proclamaram sua ausência junto ao lar, uns pela limitação econômica imposta pela realidade do País, outros na maioria das vezes, por falta de responsabilidade e amor à família. A leitura que faço disso é muito simples, se hoje podemos nos arrogar do status que socialmente adquirimos, é porque ontem uma mulher preparou esse brilhante presente, se entregando aos serviços desgastantes: como lavar e passar roupas, sentar dia todo debaixo do sol ardente para vender fatiotas e amendoim, trabalhar como empregada doméstica ou nos serviços gerais das empresas públicas, com a finalidade de garantir sustento e materiais didáticos para os filhos. Infelizmente, essa é a cruel realidade a que nossas mães e irmãs estão expostas, por pessoas que elas ajudaram a ser o que são e que agora se transformaram em seus monstros.
A dívida que temos com a mulher é impagável e nenhum gesto do mundo, por mais doce e singelo que seja, pode ser igualado ao de conceber um fecto e permitir o seu desenvolvimento durante nove meses até ele nascer. É ridículo naturalizar todo o sacrifício que ela carrega com muito carinho e amor desde os primeiros dias à eternidade. Hoje, existe uma quase unanimidade não só entre os activistas pela emancipação da mulher, como no universo social e acadêmico, de que não é criar um dia específico para homenageá-la que vai dignificar seu papel social. Ela por natureza é guerreira, que enfrenta todos os dias do ano como mais um a ser vencido, mas que também precisa contar com a atitude e compreensão social para consolidar seus desejos, fantasias e sonhos. E para isso acontecer, precisa-se de políticas públicas e leis que asseguram a tal almejada liberdade de viver humanamente numa sociedade distante do preconceito e atitudes machistas.
Talvez a melhor lição que podemos tirar sobre a relação homem/mulher pode ser observada nesse exemplo individual de vida: não façam aos outros, aquilo que não queremos que nos façam. Então, porque o homem quer fazer da mulher uma simples propriedade? Ou podemos considerar essa atitude de instintiva, cultural ou de insegurança? Creio que não. E, mesmo se consideremos uma das três hipóteses, ou todas elas, não duvido que também seja o momento de o homem como ser social e racional, isso na concepção de Aristóteles e vários outros pensadores, clássicos e contemporâneos, rever a sua posição e comportamento de forma a permitir que a mulher tenha um merecido espaço.
Hoje a sociedade vive numa profunda crise estrutural, tanto no aspecto social, quanto no econômico e político. Oportunizar a mulher a participar dos debates e elaboração de idéias, poderia ser um dos mecanismos para a busca de soluções. As nossas mulheres têm muito para oferecer ao País, principalmente no que diz respeito à arte de administrar, apenas precisam de confiança, proteção e espaço. E os homens precisam vê-las não apenas como uma simples companheira, mas como ser humano com igual ambição, capacidade e desejo. Se nenhum homem gosta de ver sua mãe a apanhar do marido ou a sofrer por qualquer motivo, porque então praticar esse mesmo atos com a esposa ou filha? É verdade que a convivência entre marido e mulher, além de complexa às vezes é desgastante, mas recorrer a violência jamais será atitude para construir um Lar feliz.
Particularmente, como homem e filho de uma guerreira, faço questão de prestar por meio deste artigo a minha profunda gratidão e admiração a todas as mulheres do mundo, e especificamente as Quixereense, que fazem dos sacrifícios uma estratégia para vencer os desafios, afinal quem somos nós se não fossem elas?

OPINIÃO LUCIANO ALMEIDA